.mais sobre mim...
.Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
.coisinhas recentes...

. Pausa...

. Parabéns...

. Ja chegámos...

. Encerrado

. 12 dias

. 1 mês

. Apetecia-me...

. Força Portugal....

. ....

. Ser mãe...

.coisinhas antigas...

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

.O outro cantinho
.subscrever feeds
blogs SAPO
Quarta-feira, 1 de Junho de 2005
Dia Mundial da Criança..
BEBE.jpg

O Dia Mundial da Criança comemora-se hoje, numa altura em que em Portugal continuam a aumentar os casos conhecidos de maus-tratos e abusos sexuais de menores e a obesidade infantil é já considerada uma epidemia.
O Dia Mundial da Criança deve ser uma festa de alegre convívio com os adultos que delas cuidam, mas não deve ser comemorado com muitas guloseimas.
A sociedade portuguesa está a despertar para o perigo da obesidade infantil, num momento em que Portugal está entre os países europeus com maior número de crianças com excesso de peso, juntamente com Malta, Espanha e Itália.
Nestes países, as taxas de excesso de peso e de obesidade excedem os 30 por cento nas crianças entre os sete e os 11 anos.
Como tem sido hábito há vários anos, escolas, empresas e autarquias de todo o país vão assinalar a efeméride com visitas a museus, espectáculos, exposições, jogos e outros divertimentos para que, pelo menos por um dia, muitas crianças possam receber aquilo que merecem por direito.
Pais obesos, hábitos alimentares errados, pouco exercício físico e muitas horas em frente à televisão e ao computador são traços comuns aos cerca de 30 por cento de crianças portuguesas com excesso de peso e obesidade, segundo a Comissão Europeia.
Recentemente, a nutricionista Isabel do Carmo defendeu a proibição de toda a publicidade televisiva a alimentos durante a programação infantil porque praticamente todos os produtos anunciados são hiper calóricos e pouco saudáveis.
Para a especialista em alimentação, a publicidade aos alimentos na televisão devia ser proibida, como acontece em outros países como a Suécia.

in lusa

PARABÉNS A TODAS AS CRIANÇAS E UM GRANDE BEIJINHO

escrito por sol13 às 10:34
link do post | espreita... | já espreitou... (4) | favorito